sábado, 13 de abril de 2013

Dúvidas esclarecidas...

       Os Fungos corpulentos ( cogumelos) fazem parte da dieta humana em muitos sentidos, no que diz respeito ao fator nutricional são utilizados para suprir os índices de  Proteínas, Glicídeos e Fibras principalmente.
       Outros Fungos multicelulares são fontes de toxinas nocimas à organismos aos quais se desenvolvem a partir da matéria orgânica em questão. Veja:

Principais micotoxinas com seus respectivos fungos produtores, substratos e efeitos no homem e nos aniamais.
Principais substratos Principais fungos produtores Principal toxina Efeitos
Amendoim, milho.
Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus
Aflatoxina B1
Hepatotóxica, nefrotóxica, carcinogênica.
Trigo, aveia, cevada, milho e arroz.
Penicillium citrinum
Citrinina
Nefrotóxica para suínos
Centeio e grãos em geral.
Claviceps purpurea
Ergotamina
Gangrena de extremidades ou convulsões
Milho
Fusarium verticillioides
Fumonisinas
Câncer de esôfago
Cevada, café, vinho.
Aspergillus ochraceus
Aspergillus carbonarius
Ocratoxina
Hepatotóxica, nefrotóxica, carcinogênica.
Frutas e sucos de frutas
Penicillium expansum e Penicillium griseofulvum
Patulina
Toxicidade vagamente estabelecida
Milho, cevada, aveia, trigo, centeio.
Fusarium sp
Myrothecium sp
Stachybotrys sp
Trichothecium sp
Tricotecenos:
T2, neosolaniol, fusanona x, nivalenol, deoxivalenol.
Hemorragias, vômitos, dermatites.
Cereais
Fusarium graminearum
Zearalenona
Baixa toxicidade; síndrome de masculinização e feminização em suínos

 O gênero Morchella apesar de ter uma estrutura diferencializada e por vezes possuir coloração no interior
das copas são considerados comestíveis tendo ainda alto valor de proteínas, fibras e  carboidratos sendo encontrado em partes da Ásia, Europa e América do Norte. 

   O Journal of Medicinal Food publicou um estudo em 2010, relatando a capacidade antioxididante e antimicrobiana de vários tipos de cogumelo. Uma das cepas do Morchella exibiu grande habilidade em evitar radicais livres. Em um estudo publica em 2008 no Journal of Agricultural and Food Chemistry, os autores conlcuíram que, baseado na atividade anticanceríena no ergocalciferol, pode ser possível desenvolver agentes químicos preventivos, como drogas que ajudam a prevenir o câncer a partir de cogumelos comestíveis.

Att Profª Atalia Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário